Homem é apanhado com crânio e ossos de humanos na pasta


Escava túmulos no cemitério, usava para rituais macabros.

O suspeito e um cúmplice que está foragido exumaram os ossos e os crânios, vandalizaram os túmulos e roubaram chumbo para comercializar no mercado informal, disse hoje  o porta-voz do SIC-Huíla, Sebastião Vika.

"Ao aperceber-se da presença do Serviço de Investigação Criminal, um deles fugiu e o outro foi neutralizado em flagrante na posse de vários ossos e crânios humanos", referiu o porta-voz.

O responsável avançou que o homem confessou que as ossadas, e, sobretudo os crânios, seriam para rituais macabros, assumindo que "os chumbos, crucifixos e outros objectos retirados dos túmulos teriam como destino o seu comércio no mercado informal de Caconda".

"Ele (o suspeito) revelou durante os interrogatórios que as ossadas humanas têm sido procuradas para alegadas curas milagrosas, baseadas em crenças locais", afirmou.

Sebastião Vika disse que a Investigação do SIC-Huíla continua com as diligências para deter os comparsas em fuga e inibir a constância de actos de vandalismo e roubo de objectos sagrados em cemitérios.

Fonte: angola-online

Enviar um comentário

0 Comentários